Ronald Dworkin, professor da Universidade de New York, é muito provavelmente o autor em língua inglesa mais badalado hoje no Brasil. Ser badalado, porém, não significa necessariamente ser o mais consistente. Critérios de popularidade não são suficientes e os mais seguros para avaliarmos a correção de algo. Aliás, é curioso ver a badalação dos autores nacionais em relação a Dworkin. E é mais curioso ainda ver a doutrina nacional atribuindo a Dworkin coisas que ele nunca disse: a idéia de que o juiz deva ser como Hércules e decidir de acordo com uma reconstrução racional dos princípios que orientaram as decisões pretéritas é uma delas. Os livros de Dworkin são mal lidos pra caramba. E aí vai uma palestra dele no Congresso norte-americano sobre interpretação.

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s