Bela palestra. Excelente argumentação. Oratória muito boa. Demonstração de cultura e conhecimento histórico. Deve ter sido uma tese extraordinária (já que a exposição versou sobre o tema do doutorado). Vou lê-la. Apesar disso e da nítida honestidade intelectual, a exposição é um discurso pela concentração do poder; principalmente, do poder econômico. E aqui parece haver um equívoco. O direito antitruste, que equilibra o jogo de poder existente nas relações econômicas, não tem de acabar, como o expositor afirmou ao final da palestra. E não tem porque não devem existir superpoderosos em uma sociedade que preze pela sensação de comunidade. Sejam políticos, burocratas ou atores privados superpoderosos; sejam superpoderosos econômicos (“campeões nacionais”, monopolistas etc.); sejam quaisquer superpoderosos. Superpoderosos são agentes não cooperativos em relações sociais. E os são porque vivem indiferentes aos fatores que incentivam a cooperação. Esses fatores são: maior importância do futuro em relação ao presente; recebimento de recompensas; prática do altruísmo, de que modo que a utilidade para uma pessoa seja positivamente influenciada pelo bem-estar de outra(s); reciprocidade. Isso não lhes afeta quanto ao modo de viver. Se sociedade é cooperação (Ludwig von Mises. Ação humana – um tratado da economia. São Paulo: Instituto Ludwig von Mises Brasil, 2010, pp. 183-212) e exige iguais oportunidades de desenvolvimento, para que cada qual possa atingir os próprios fins (aqueles que lhe satisfaça existencialmente), então devemos mitigar tudo o que for contrário ao inerente propósito cooperativo. A concentração do poder econômico está contida nesse conjunto a ser mitigado.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s